Resenha - Ultraseven X

Há pouco terminei de assistir uma série Ultraman muito empolgante e claro, emocionante. Eu digo emocionante, dessa vez diferente do contexto em que sempre me refiro, pois muito mais que heroísmo, UltraSeven X nos mostra temáticas reais, preocupantes, capazes de acontecer a qualquer momento em grande parte das abordagens usadas... Em alguns casos vemos "inimigos" que na verdade não eram tão inimigos assim e tinham até motivos plausíveis e incrivelmente convincentes para fazer o que faziam... Mais ainda, vemos diversos momentos em que percebemos que na verdade, os verdadeiros vilões são a humanidade e isso preocupa e cativa por ser uma infeliz realidade em diversos aspectos... Mas antes de divagarmos, vamos a algumas informações sobre a mesma.

D.E.U.S.É a equipe especial de investigação organizada, a fim de defender a Terra contra os agressores estrangeiros. Apesar de viverem como pessoas normais, os membros do D.E.U.S. podem ser postos em ação a qualquer momento e entre eles (os agentes) chamam uns aos outros pelo nome de código ao invés de seus nomes reais. Liderada pela Central de Comando de D.E.U.S., os agentes são informados de suas missões através do VC, algo como uma inteligência artificial capaz de controlar todas as informações do mundo em nome dos governantes que regem tudo das sombras.

Como principais equipamentos os agente possuem a UltraGun, arma laser pequena, além do VC (Video-Ceptor), pulseira utilizada para todos os fins comunicação, mas para deixarmos um pouco mais completo, abaixo segue a lista de agentes conhecidos de D.E.U.S.:
Jin / Ultraseven X: Até onde se sabe ele havia sido dado como morto enquanto fugia de agentes D.E.U.S. com Elea, visto os dois terem chegado muito perto de descobrir a identidade real dos governantes das sombras. Nada restou de sua memória e portanto, não se lembra de seu nome real ou de nada que aconteceu anterior ao "despertar".
K (Kei): Pouco se sabe sobre ele e menos ainda é abordado na série sobre este agente, apenas executa missões com Jin seguidamente e parece ser muito confiável.
S (Esu): Ela é um agente de D.E.U.S. que se concentra em missões sigilosas, qualquer informação sobre ela é altamente sigilosa, perita em artes marciais e de "pavio muito curto". Uma curiosidade, ela come chocolate com muita frequência.
R (Are): Ajudando um disco voador responsável
pelo seqüestro de pessoas que achavam que sua vida não valia nada, ele finalmente desistiu de tudo e quis ser levado por ele também, mas foi morto quando um feixe foi emitido em cima dele pela espaço nave traidora deixando em seu lugar um solo ardente.
D (Di): Um agente que se apaixonou por uma estranha mulher que era suspeita de reunir informações preparando alienígenas para uma invasão, fez de tudo para protegê-la. Sua paixão era tamanha que ele a ensinou a tocar violão e fingiu ter sido morto por um flash de luz durante uma missão com S, para desaparecer e poder ficar todo o tempo com sua amante.
O Projeto Acqua: Projeto secreto realizado pelo governo das sombras e que supunha-se iria converter a energia da água em energia atômica, porém em seus testes, acabaram sem querer abrindo um portal para um universo paralelo e então, o projeto foi interrompido. Os governantes das sombras decidiram por reiniciá-lo logo depois em uma tentativa de invadir o universo paralelo e o dominar e para que suas intenções não fossem reveladas ao mundo, todos os membros do Projeto Acqua, um a um foram mortos... Uma única integrante do projeto conseguiu sobreviver e mantinha-se escondida de suas vistas: Elea Saeki!  Funcionária do Departamento de Ciência, ela era parte do Projeto Aqua, mas após descobrir a verdade sobre as intenções dos governantes e revelar isso a seu namorado Jin, ambos desapareceram, pelo menos era o que se pensava...
A saga se inicia com Jin despertando em um quarto, supostamente seu, mas totalmente vazio, sem nada que o fizesse recordar quem era e porque estava ali. Elea aparece para ele e pede que ele "salve o mundo", pedindo que fuja logo em seguida antes que o encontrassem... Depois de alguma resistência, Jin se lança pela janela segurando um óculos incomum e ao invés de bater ao solo, surge em meio a cidade o gigantesco guerreiro UltraSeven. Um explosão acontece no apartamento de Jin e a trama misteriosa começa a ser então apresentada.
Os 12 episódios da saga abordam dramas, problemas sociais e muito de comportamento humano, alguns impostos pelos aliens, outros pelas próprias pessoas a si mesmos. Solidão, raiva, mágoa, paixões não correspondidas, crimes passionais, desespero, crueldade, violência, tudo isso compõe a lista de episódios da saga e em alguns as lágrimas se desprendem de nosso rosto como no amargurante episódio 08, "Lua Vermelha", onde vemos um amor belíssimo sendo terminado de forma fatal e gerando uma maldição terrível que perdurou, em agonia, por mais de 100 anos. Vemos também um guerreiro Ultra dedicado a proteger a vida, alguém que se revolta com as crueldades e sandices tanto de humanos como de seres extra terrestres e que reage com fúria ao inaceitável e violento...
Falando mais subjetivamente, UltraSeven X surprende pelo visual, pela potência física do guerreiro Ultra, pela variedade de golpes, pela capacidade ofensiva e fatal com que ataca, por seus sentimentos que em muitas vezes ficam à flor da pele e demonstram uma humanidade superior a dos humanos em diversos quesitos, além de apresentar uma trama sombria, com elementos de ficção e mistério, até mesmo de horror sem com isso perder o foco tokusatsu tão amado por todos nós. Para apresentar um dos guerreiros mais consagrados da Tropa Ultra a um novo público é uma estratégia gigantescamente perfeita e para renovar o gosto pelos Ultras em um período tão moderno e cheio de efeitos, os produtores acertaram em cheio. Com tão somente 12 episódios, cada um deles nos cativa a assistir o próximo e entender e intrincada trama que se esconde pode debaixo de todo esse cenário e se preparem para um final surpreendente e as revelações sobre UltraSeven e seu elo com o UltraSeven Clássico.


Comentários

  1. Assisti já tem um tempo, mas curti bastante Ultraseven X. O que mais me agradou foi a temática mais sombria e adulta, com algumas cenas até um pouco perturbadoras.
    O único 'defeito' é ser bem curto e ter um andamento meio corrido pra caber tudo nos 12 episódios. Quando acaba tu fica doido querendo ver mais epis e não tem. :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É cara, pra gente não ficar sem apontar um defeito eu concordo contigo, realmente 12 episódios foram poucos para o que poderia ter sido abordado ainda. Aquele episódio dos humanos tendo sua essência sugada para uma máquina que permitiria que os aliens trouxessem mais aliens e ao mesmo tempo eliminassem os humanos foi incrível e dava muito pano pra manga ainda... Mas enfim, terminou e agora a gente fica aqui lendo matérias porque o Seven X já foi kkkk! Valeu o comentário meu amigo!

      Excluir

Postar um comentário